Sabemos olhar!

27 de jul de 2011

AO PAI AMERICANO, COM AMOR!

Excelente é o amor, que envolve nossas vidas.

O Pai Americano: Inteligente, intenso, discreto, sincero, argumentador, sensível, equilibrado, sonhador, sentimental e de natureza sociável.

Sua incansável tentativa por justiça, sem medos das mudanças, mesmo com razões que para alguns seja incompreendida.

O “brilho maior” é o direito de toda criança ser amada.

O homem só dá aquilo que tem, encontrei nele muita vontade de cuidar e amar à tão linda flor (sua filha), nas tantas mudanças marcou-se à hora de florescer.

Testemunhei um cuidado disciplinado, calmo e vigorosamente aplicado, bom senso gracioso, e da sua parte não existiu algo que se destoa.

Manter esse convívio “pai-filha” - é acertar o quanto um pode ser encantador para o outro, há vantagens nessa relação que cresce afetivamente. Ele, o Pai Americano, quer mergulhar de forma sincera na paternidade, capaz de ser submerso por zelo e preservação.

Antes, estive me perguntando, qual preço teria que pagar para centralizar a atenção do meu filho Israel, nós mães achamos que temos mais dos nossos filhos, é um equivoco presumir.

Ninguém substitui uma mãe e ninguém substitui um pai, não importa em que grau seja essa ligação.

Não posso apagar nenhuma linha da historia do meu filho, afinal, ele foi amado e desejado antes, durante e após o seu nascimento, aceitar sua história é respeitar sua vida individual e sem egoísmos.

O Sertão Pernambucano é nossa Pátria com seus preconceitos e rumores de violências, mas ainda extraem-se raízes boas de um povo plural, e foi nesse jardim que Deus escolheu para o Pai Americano “paternar”, nesse berço cultural complexo.

No "O lado pesado da balança", tópico que retrato a indiferença da justiça no tratado quanto ao destino em seus acordos e julgamentos.

O mais importante de tudo e soberano acerto, é o bem estar das crianças, sem que nenhum adulto use de elementos para alienar esses pequeninos, para que cresçam saudáveis, constantes, alegres, prósperos e aos poucos o melhor depreender dos sentimentos, que aflorará em seus coraçõezinhos: "O AMOR!"


Ao

THE AMERICAN FATHER, WITH LOVE!

Matthew H. Guidera, H.C.
Certified Holistic Health Practitioner
Regeneration & Nutritional Wisdom
http://www.renewyourfood.com/
http://www.brazilplantmedicines.com/

4 comentários:

  1. Uma das minhas maiores conquistas foi poder tê-la ao "alcance". Você é demasiadamente especial.

    O Israel foi abençado.

    ResponderExcluir
  2. Keyla.
    Consegui ler além das letras e também ver além da das fotos... E me senti feliz!

    Seu artigo levou-me a rememorar as palavras do sábio Salomão na sua máxima:

    Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele (Provérbios 22.5).

    Parabéns!
    aguaparabeber.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Querido Pastor Renato Moura, educar uma criança não é uma tarefa fácil, primeiro é necessário criá-los para serem a vontade de Deus, em princípio e ao longo da vida. Então, mesmo que educar seja tão dificil, mas é compensador acompanhar o crescimento dos nossos pequeninos.

    Aqui neste texto, falei de um pai que quer ser pai, mesmo em meio aos conflitos. Espero em Deus que ele assim, possa continuar sendo presente na vida dela, esse é um bem que ninguem pode negar. Obrigada!

    ResponderExcluir
  4. TODO MUITO BONITO... GRANDE ABRAÇO.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...