Sabemos olhar!

31 de mai de 2012

DEBAIXO DAS ASAS


Observando rapidamente a imagem acima, não percebi sua graciosidade.

- Você entendeu? (Ele perguntou)
- O que você vê? (Ele mais uma vez perguntou)

Com um olhar mais interessado, implantou-me o desejo em escrever sobre.

A resposta impulsiva e simplista entoaria apenas a amenidade da natureza, em sua proteção e sobrevivência dos filhotes.

Estive entre a maternidade que sabe fazer o seu ideal a cada dia com presteza. As prosas e versos esmeram o doce amor que é efeito da alegria.

Os galhos iluminam alternativas de descanso, assim, como um carinho que podemos dá sem pressupor retornos.

Debaixo dessas asas é muito bem que se faz.

Cuidados e protegidos, precisamos ser pequenos e então percebidos, em alguma fase da nossa vida, queremos mais o abrigo do outro, do que o nosso próprio esconderijo.

Mesmo pequenos e cobrindo o rosto, um dia tomaremos o lugar do "protetor", debaixo das asas é temporário, mas o sentimento de cuidar é permanente.

Enquanto espero, ouço:


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...