Sabemos olhar!

11 de jul de 2011

MAIS DO QUE POSSO LEVAR


Sinto-me sobrecarregada, um número excessivo de compromissos, não sei por onde começar.

Nem sempre o começo é o início. Quiçá, a procrastinação de tantas outras.

As urgências são confundidas com as prioridades, e o resultado são atropelos.

Há quem diga que o sucesso é a demanda.

Estamos vivendo na era das pílulas milagrosas, nada mais que uma eufórica harmonia.

Somos máquinas que precisamos de peças para reposição.



Contudo, só sobrecarrega quem tem para dá, espero que os frutos sejam doces...

MOVER DE SI MESMO


Eu sou um muro, e os meus seios são como as torres; então eu era aos seus olhos como aquele que acha paz. (Canticos 8:10)



Coragem implica assumir uma preventiva e firme postura, contra o "despeito" pulsante de alguem.

Pois, o "bater no peito", ou seja, o insípido gosto da superior suficiencia nada mais é que uma embuste armadilha de tolo.

Despir a camisa, vai além do tecido, o que esconde a pele, esse tecido é corroído pelo tempo, um tempo que não se conta, não existe calendário, ou rotações com dimensões ordinárias.

Eis aí, algo que precisa ser tomado, por algo que se perdeu...

Não existe volta, pode ser que no "grito", seja escutado na saída do som ecoado.

Eis aí, levanta na força de Deus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...