Sabemos olhar!

3 de jun de 2011

CRENÇA VACILANTE - "LACÓNICA"

Somos frágeis, propiciáveis reações surpreendentes, descrevo minha insatisfação por coisas que não cabe a mim mudar, intangíveis...

Se um lado permaneço como aprendiz dos aprimorados ensinamentos divinos, do outro, ativo o esquecimento dando aberturas aos meus resolutos, vontades, disparates... O primeiro lado, é mais seguro, retraio-me ao estado divinal.

Que peleja profunda no que podemos fazer e como fazer, mesmo causando tanto sofrer; li outro dia que um míssil destrói o alvo, atravessam anos e anos para ser construído, mas o míssil destrói o alvo e a si mesmo.

Pensando assim, no que vigoraria a vingança? Será que é um prato que se come frio e várias vezes? Ou no calor das emoções? Qual prato seria mais saboroso?

Levando em questão, por viver na prática um valoroso controle, mas será que isso tem mesmo valor?

São questionamentos repetidos apenas, Deus com seu Poder estar no controle...

Do que adianta, tanta urbanidade em meio aos carniceiros? Coloca-se flores num jardim e outros põem serpentes.

Sinto-me, numa revolta maior do que eu mesma, o sorriso não é mais polido e nem mais espontâneo, ele fixa no socialmente bem reservado.

Quando entregamos algo de nós para alguém por vontade, por boa fé, nos traz um prazer imenso... Mas, quando somos tomados, mesmo uma pequena porção é como se fosse a maior espera.

Estou tendo experiências inimagináveis diante da Ingratidão, ela desfaz todo brilho das gravuras...

Dias difíceis...

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...